Paloma Coelho

sexta-feira, 15 de março de 2013

Entendendo o Rótulo do Alimento

Boa tarde amores e amoras e olha que texto legal que tirei do site minhavida, informação sempre ´´e bom, beijos e espero que gostem....

Uma fonte de informação que deve ser utilizada pelos consumidores na hora de escolher um alimento é o rótulo. Nele é possível encontrar todos os dados que mostram se há alta quantidade de calorias, açúcar, gordura saturada, colesterol, sódio e tantos outros nutrientes.

O Dieta e Saúde, baseado em documento do Food and Drug Administration (FDA) dos Estados Unidos, disponibiliza, especialmente para você, o guia para entender como interpretar as informações contidas no rótulo do alimento, tornando-o arma de decisão na hora de comprar um produto.

Aproveite todas as informações contidas a seguir!
barra
Como Entender e Usar a Informação Nutricional nos Rótulos dos Alimentos


As pessoas olham a informação nutricional dos alimentos por diferentes razões. Mas, seja qual for ela, muitos consumidores gostariam de saber como usar esta informação mais eficazmente e facilmente. Este guia tem como objetivo tornar a informação nutricional contida nos rótulos dos alimentos mais fácil, fazendo parte da forma como você escolhe os alimentos, contribuindo assim, para uma alimentação mais saudável.


Informação Nutricional - Resumo


As informações nutricionais (itens de 1 a 4 e 6, 7 das imagens) podem variar entre os alimentos, pois contêm informações específicas do produto (tamanho da porção, número de porções, quantidade de nutrientes, ingredientes). É interessante notar que no rodapé (item número 5) as porcentagens de nutrientes são baseadas em uma alimentação contendo 2000 calorias por dia. O valor de 2000 calorias para comparação foi determinado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) que estabelece as normas de rotulagem para os alimentos.

Para este guia, a informação nutricional foi quebrada em itens que serão descritos por etapas para maior compreensão.



Item 1 - Tamanho da porção e quantidade de porções


Quando você pega uma embalagem, o primeiro item que deve analisar no rótulo do alimento é o tamanho da porção e a quantidade de porções do pacote. O tamanho de cada porção é pré-estabelecida para tornar mais fácil a comparação com alimentos similares. Além disso, os alimentos apresentam a quantidade em medida caseira como xícara, colher, unidade; seguida da unidade métrica como, por exemplo, gramas (g) e mililitros (ml).

Preste atenção no tamanho da porção especialmente na quantidade total de porções. Pergunte-se: "quantas porções eu consumo?". Uma porção, duas porções, 1/3 do pacote? No exemplo, 1 porção - ou 3/4 xícara - apresenta 105 calorias. Se você ingerir 1 xícara, você terá o dobro de calorias e de nutrientes, incluindo a % VD (percentual do valor diário recomendado).


Item 2 - Valor calórico


O valor calórico é uma medida que mostra o quanto de energia você está obtendo da porção do alimento consumida. Muitas pessoas consomem mais calorias do que necessitam sem alcançar o número de nutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras, sais minerais e vitaminas) necessário para manter a saúde. O valor calórico na informação nutricional pode ajudar a gerenciar o peso (manter, ganhar ou eliminar). Lembre-se: o número de porções que você consome determina a quantidade de calorias que você obtém.

O Guia Geral de Calorias é uma referência genérica para calorias quando você consultar a Informação Nutricional do produto e está baseada em uma alimentação contendo 2000 calorias.






Itens 3 e 4 - Quanto devo consumir de nutrientes?


Olhe a Informação Nutricional. Você perceberá que os nutrientes estão divididos em dois grandes grupos, indicando que eles influenciam na sua saúde



Item 3 : Limite esses nutrientes


Ingerir muito açúcar simples (refinado), gordura saturada, gordura trans, colesterol e sódio aumenta o risco para desenvolver doenças crônicas como doenças do coração, alguns tipo de câncer, diabetes ou pressão alta.

Importante: a ingestão de gordura saturada, gordura trans, colesterol, açúcar refinado e sódio na mais baixa quantidade possível faz parte de uma alimentação balanceada.


Item 4: Ingira ao máximo esses nutrientes


OO consumo adequado desses nutrientes melhora a sua saúde e reduz o risco de desenvolver determinadas doenças. Assim, por exemplo, consumir quantidades adequadas de cálcio reduz o risco de desenvolver osteoporose (doença onde os ossos ficam fracos). Ter uma alimentação rica em fibras estimula o funcionamento do intestino, além dela estar relacionada com a prevenção de doenças cardíacas (diminuindo o colesterol e a gordura saturada).

Lembre-se: Você pode usar as informações nutricionais não somente para limitar a quantidade de ingestão de nutrientes ou calorias mas, também, aumentar o consumo daqueles que você precisa em maior quantidade.


Item 5: Entendendo o rodapé


Quando, na informação nutricional, há um item seguido de asterísco (*) ou de um número entre parênteses (1), isto significa que você deve procurar alguma informação abaixo da tabela nutricional (rodapé). No exemplo, a %VD é baseada em uma dieta de 2000 calorias. Esta informação deve estar presente nos rótulos de todos os alimentos.


Item 6: Guia rápido do percentual do valor diário recomendado (%VD).


Na maioria dos produtos, a referência é somente por %VD, que quer dizer, porcentagem do valor diário. É somente uma nomenclatura. Você não precisa saber qual é a quantidade recomendada dos nutrientes para uma alimentação de 2000 calorias, mas você deve utilizar a %VD como referência.

A %VD ajuda a determinar se a porção do alimento apresenta uma quantidade grande ou pequena de um determinado nutriente.

A %VD ajuda a interpretar os números (gramas ou miligramas), colocando-os em uma mesma escala (0 - 100%) por dia. A porcentagem de cada nutriente é obtida através da quantidade diária recomendada, ou seja, é baseado no valor que oferece 100% do nutriente para uma alimentação contendo 2000 calorias. Dessa maneira, você sabe qual alimento contribui com uma quantidade elevada ou baixa de determinado nutriente, colaborando para atingir a quantidade diária recomendada.



Este guia mostra que 5%VD ou menos é baixo para todos os nutrientes, ou seja, para aqueles que você precisa limitar (gordura saturada, colesterol, açúcar refinado, sódio) e para aqueles que você precisa ingerir em grandes quantidades (fibra, cálcio). Esse guia diz também que 20%VD ou mais é uma quantidade alta para todos os nutrientes.

Exemplo: Vamos pegar a quantidade de vitamina C contida no exemplo de rótulo acima. Uma porção (30 g) - 24%VD de vitamina C - contém uma pequena ou grande quantidade desse nutriente? Como ela está acima de 20% a quantidade é alta. Se você consumir somente uma porção desse alimento, você deverá obter os 76% (100 - 24 = 76%) da quantidade de vitamina C restante através de outros alimentos que devem ser distribuídos em outras refeições durante o dia (frutas, verduras, legumes, por exemplo).







Use a %VD para:


1. Comparações - a %VD torna fácil fazer comparações. Você pode comparar um alimento com outro similar. Preste atenção e verifique se o tamanho da porção, principalmente em gramas, é parecido. Assim, é fácil verificar quais alimentos apresentam uma grande ou pequena quantidade de determinado nutriente, já que o tamanho das porções, normalmente, é semelhante entre alimentos similares. Por exemplo: os copos de iogurtes normalmente apresentam 180 g. Compare, por exemplo, um iogurte integral com um desnatado. Qual apresenta maior quantidade de gordura saturada? Faça a comparação com todos os nutrientes. Compare as diferenças entre os pães. Qual a diferença entre os pães de forma integral, light e tradicional? Assim, você conhecerá mais os alimentos e saberá fazer a escolha mais saudável.

2. Distinguir denominações - usando a %VD, você rapidamente distinguirá denominações como light, diet, sem gordura, baixo teor de gordura, entre outros; não precisando assim, memorizar as denominações.

3. Planejar as refeições - se o alimento do qual gosta é rico em gordura (cheque a %VD), balancei o restante da alimentação do dia com alimentos que apresentam baixa quantidade de gordura. Preste atenção: verifique a quantidade que você está ingerindo para que a quantidade total de gordura obtida no dia fique igual ou abaixo de 100%.


Item 7: Verifique os ingredientes presentes no alimento


Além dos nutrientes e alimentos, nos ingredientes, você encontra todas as substâncias presentes no produto como espessantes, estabilizantes, colorantes, aromatizantes. Se você apresenta alguma intolerância ou alergia, verifique neste item se o alimento contém ou não a substância ou nutriente que deve evitar.
 
“As informações e sugestões contidas nesse site têm caráter meramente informativo, e não substituem o aconselhamento e o acompanhamento de médicos, nutricionistas, psicólogos e profissionais de educação física.”

6 comentários:

  1. amei o post... eu agora peço pra ver até rotulo de frios na padaria antes de pedir.. por causa do gluten.. acho que as balconistas me olham e pensam.. LÁ VEM A DOIDA..rs.. bjokas lindeza e sucesso

    ResponderExcluir
  2. Muito legal esse post, aprendi um monte de coisas que eu passava os olhos por cima e nunca tinha parado pra pensar o que significavam.

    ResponderExcluir
  3. Post incrível! Adorei!
    Estou numa fase que levo hoooras no mercado pq leio o rótulo de tudo! Quero saber o que estou "deitando goela a baixo" e, muitas vezes, a validade está curtinha. Outra coisa importante, qdo a gente lê, é perceber, às vezes, que os produtos light não são tão menos calóricos assim. O custo/ benefício nem sempre compensa, né?

    Se quiser umas receitinhas lights, dê uma passada no meu blog, Ponto Light! Estou organizando minhas receitas por lá e sempre ajuda!
    Te espero!
    Bjins!
    Madu.

    . Receitas lights:

    http://pontolight.blogspot.com.br/

    . Decoração, dicas, receitas em geral, enfim, um pouquinho de tudo!

    https://www.facebook.com/vidaemapartamento

    ResponderExcluir
  4. Eu sou psicopata por rotulos Paloma. Perco muito tempo no mercado por isso. Amei sei post. Obrigada pelo carinho de sempre viu. Otimo fds bjs

    ResponderExcluir
  5. eu tb leio sempre os rotulos, antigamente nem dava cartaz, hj em dia, leio tudo e perco horas no supermercado fazendo isso, mas eh bom neh saber o que estamos comprando e consumindo, bjos
    Aguardo sua visita no meu |Blog| e |Vlog| onde conto tudo sobre minha Cirurgia Bariátrica (Gastroplastia ou Redução de Estômago).
    |Blog| http://isaclourenco.blogspot.com.br/
    |Vlog| http://www.youtube.com/100observacoes
    |Facebook| http://www.facebook.com/isacairescirurgiabariatrica
    |Email| isacaires@gmail.com
    |Twitter| https://twitter.com/IsacAires_
    |Instagram| http://instagram.com/isacaires

    ResponderExcluir
  6. Paloma confesso que era mais viciada em rótulos de alimentos (esse assunto já rendeu demais pra mim na faculdade- peguei uma matéria que em duas provas o assunto era o tal rótulo) hoje em dia bem menos, na verdade internalizei muitas coisas e devido a minha formação associo produtos a processos e daí tiro minhas conclusões do que é saúdavel e o que n é.
    Acho super válido noptarmos o que estamos comendo, pois isso reflete em nossa pele corpo e por fum em nosso bem estar.
    bjinhos pra vc!!

    ResponderExcluir