Paloma Coelho

sexta-feira, 20 de julho de 2012

Feliz dia do amigo!

‎"Sorte tenho eu de não precisar andar só, de poder dividir com quem escolhi - e amo - os momentos mais importantes da minha vida. Abençoado sou eu, por ter sempre um ouvido atento para me escutar, um ombro amigo para reclamar - e chorar-, um coração cheio de amor para me acolher e aconselhar. 
Quem tem amigo, tem verdadeiros guardiões. Eles são a base quando nos faltam o chão; são as palavras sinceras - é, daquelas que nós as vezes nem gostamos de ouvir; amigo é a energia mais nobre que nos impulsiona para seguir adiante depois de um tropeço, é o responsável pelas melhores cachaças, o túmulo (?) dos nossos segredos.
Ser amigo é não titubear na fé depositada, é comemorar pelas conquistas, é sentir falta, é estar longe e impedir que a distância reduza se quer uma migalha da história que construímos - porque distância é algo longe demais, e isso não faz parte do nosso vocabulário.
Afortunado sou eu, por ter "amores e amigos de fato, nos lugares onde eu chego"; amigos que estão além da família que escolhi, dos meus anjos de guarda, de saídas esparsas. Vocês são para mim verdadeiros protagonistas de uma (minha?) história que comecei a escrever, e, talvez quem sabe, a maior das inspirações.
Fica o pedido do "que continue assim" porque sem vocês eu não consigo ir muito longe.
Com todo o meu amor."

Por Marina Dias, traduzindo o que quero falar. Amo vocês, amigos, fé.

2 comentários: